BAQUETAS MISSOM®: Três músicos explicam porquê

Paulo Bandeira, Pedro Carneiro e André Hollanda não têm apenas em comum a ligação à música. São três dos músicos que já fazem parte da lista dos que tocam com baquetas MISSOM®.

Conheça as opiniões de cada um dos músicos sobre os modelos desenvolvidos em conjunto com a MISSOM®, que abrangem áreas tão diferentes como o jazz, rock e música clássica.

Paulo Bandeira – Baterista de Jazz

O músico de jazz, Paulo Bandeira, desenvolveu um modelo de baquetas com o seu próprio nome, que idealizou juntamente com Miguel Ralha.

As Baquetas Paulo Bandeira são feitas em madeira de pau-santo e vieram substituir o modelo americano há anos utilizado pelo músico, que conheceu o artesão através de um amigo comum. Aliando a curiosidade sobre o trabalho desenvolvido por Miguel Ralha com a MISSOM® juntou-se o convite para trabalharem juntos e o resultado está à vista: um modelo de baquetas que veio dar resposta às suas necessidades enquanto executante.Com formação clássica, mas ligado ao jazz há vários anos, Paulo Bandeira tocou sempre com um modelo americano que era alterado por si antes mesmo de ser utilizado.

“As baquetas que usava eram as que mais se aproximavam da minha sensibilidade natural, mas acabava sempre por lhes mudar as pontas raspando-as com uma faca”, recorda. Foi precisamente a partir destas alterações que o estudo do seu próprio modelo começou a ser trabalhado e com o qual tem tocado nos últimos sete meses. Para Paulo Bandeira, o aparecimento das baquetas MISSOM® representa, “ter acesso a um produto nacional que acaba por ser mais barato relativamente aos que chegam dos Estados Unidos ou da Alemanha, mas que pela sua qualidade está ao nível de qualquer marca que se encontra no mercado”. Paulo Bandeira divide o tempo entre o seu trio e quarteto de jazz.

Pedro Carneiro – Percussionista Música Clássica

Pedro Carneiro é actualmente o intérprete português com maior projecção internacional e um dos raros instrumentistas de percussão a dedicar-se por completo a uma carreira de solista. Foi através do compositor Luís Tinoco que tomou conhecimento do trabalho de Miguel Ralha.

O encontro entre ambos proporcionou o desenvolvimento do seu próprio modelo de baquetas. Um par de baquetas concebidas em Ipê que pela forma como foi talhada permitiu, “projectar o som da caixa com a precisão que é fundamental, tornando também o timbre mais rico”, explica.

A ligação de Miguel Ralha à música é, segundo Pedro Carneiro, uma das vantagens que o artesão tem em relação a outros construtores. “A paixão que ele tem pelo seu trabalho e a vontade de fazer ferramentas com que os músicos se possam exprimir livremente, faz de Miguel Ralha e da MISSOM® um aliado”, conclui o músico, que já com apenas 30 anos já tinha tocado em estreia absoluta mais de 70 obras.

André Hollanda – Baterista Rock

O baterista de Jorge Palma, André Hollanda, encontra-se num género musical mais voltado para o rock e também desenvolveu um modelo de baquetas com a MISSOM®.

Confessa que nunca tinha imaginado que um dia pudesse vir a trabalhar com alguém para ter o seu próprio modelo de baquetas feito à medida das suas necessidades. Para André Hollanda, trata-se de uma, “iniciativa pioneira, não só pelo facto de estarmos a falar de um artesão português, mas porque tem desenvolvido o seu trabalho junto dos músicos nacionais”.

Acrescentando que, “também chegou a altura de Portugal ganhar visibilidade nesta vertente”. Actualmente a tocar ao lado de Jorge Palma, André Hollanda foi membro dos Zen e, paralelamente, tem vindo a desenvolver outros projectos.

Anúncios